Data: 27/05/2024

'Cobras são mamíferos' e 'gatos na lua': Google é criticado após erros em respostas geradas por IA


Gigante da tecnologia afirmou que está tomando medidas para corrigir os problemas. Recurso começou a ser testado nos Estados Unidos em maio. Respostas geradas por inteligência artificial no Google Divulgação/Google Estão viralizando nas redes sociais respostas falsas — e bizarras — geradas pelo AI Overview (visão geral da IA, em tradução direta), recurso que mostra resultados gerados com inteligência artificial (IA) nas buscas do Google. A tecnologia começou a ser testada nos Estados Unidos em maio deste ano. Em um dos prints, a resposta gerada diz que as cobras são os mamíferos com a maior quantidade de ossos entre os animais vertebrados. Na verdade, elas são répteis. Um repórter da agência AP também perguntou se gatos já estiveram na lua. A resposta gerada afirmava que astronautas já encontraram e brincaram com os felinos por lá. Na última sexta (24), a big tech afirmou à AFP que está tomando "medidas rápidas" para melhorar seus novos resultados de busca elaborados com inteligência artificial (IA) generativa. "Muitos dos exemplos que vimos eram consultas pouco comuns, e também vimos exemplos manipulados ou que não conseguimos reproduzir", afirmou um porta-voz do Google em resposta a uma pergunta da agência. Em print que está viralizando nas redes sociais, a 'AI Overview' dá uma resposta errada para pergunta sobre mamíferos Reprodução/X A ferramenta de IA já disse que o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é muçulmano. Na verdade, ele é cristão. E também afirmou que médicos recomendam que grávidas fumem até três cigarros por dia, outra informação falsa. Em outros prints, o buscador disse que seres humanos devem comer ao menos uma pedra pequena por dia e sugeriu usar cola para grudar a massa da pizza ao queijo. O Google corrigiu as respostas após a repercussão, não sendo possível reproduzi-las. Mas outros testes seguem gerando repercussão nas redes sociais. LEIA TAMBÉM O que é 'alucinação' de inteligência artificial Uso de inteligência artificial e vaquinhas online falsas: como golpistas se aproveitam da tragédia no RS para lucrar Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Como funciona o AI Overview A tecnologia, que já vinha sendo testada, começou a ser liberada no dia 14 de maio para usuários nos Estados Unidos e chegará em breve a mais países, segundo o Google. As AI Overviews serão usadas para: Criar textos curtos que respondam a dúvidas do tipo "como limpar um sofá" Gerar respostas em diferentes níveis de profundidade (padrão, simples ou detalhado) Responder a questões complexas em apenas uma busca, em vez de exigir várias pesquisas Planejar roteiros para usuários, como uma semana de alimentação saudável ou uma viagem Analisar vídeos e tirar dúvidas sobre o que aparece na gravação com ajuda do Google Lens Junto com as respostas geradas por IA, o Google vai oferecer aos usuários opções de gerar respostas mais simples ou mais detalhadas. Segundo a empresa, o formato ajuda tanto quem está buscando informações rápidas por curiosidade quanto quem está começando a pesquisar um assunto e deseja se aprofundar nele. O buscador poderá ainda tirar dúvidas que só seriam resolvidas em várias etapas. Ele poderá ser usado, por exemplo, para buscar um estúdio de ioga em uma região e, ao mesmo tempo, pedir informações sobre mensalidade e rotas até o local.